Tese de Doutorado

A Lógica da Diversidade

Complexidade e Dinâmica em Assentamentos Espontâneos

Tese de Doutorado – Fabiano Sobreira – Link para o Arquivo PDF – 2,2 MB

Tese de Doutorado desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano – Universidade Federal de Pernambuco, e estágio no Centre for Advanced Spatial Analysis da University College London (*).

Resumo

Nesta tese as favelas são abordadas como fenômenos complexos, porém caracterizados por uma ordem implícita, que está presente tanto em sua estrutura morfológica quanto em sua dinâmica de crescimento. As favelas, neste enfoque são vistas como sistemas auto-organizados, e a idéia de objetos urbanos meramente desordenados é desmistificada. Mostramos que, sob determinadas condições, esses assentamentos apresentam padrões universais, traduzidos por leis que descrevem a diversidade de sua estrutura morfológica, isto é, que as favelas apresentam a mesma lógica espacial, em qualquer cidade do mundo. Mostramos também que é possível, a partir de modelos computacionais baseados em teorias e conceitos da Ciência da Complexidade, reproduzir aspectos espaciais da formação e consolidação desses tão intrigantes fenômenos urbanos, os assentamentos espontâneos. Esses argumentos estão reunidos nas três partes que integram o presente volume e correspondem a etapas interrelacionadas e ao mesmo tempo complementares desta tese: 1. a contextualização do tema Complexidade em relação aos estudos urbanos (entre a ordem e a desordem – contextos); 2. o estudo da multiplicidade de escalas (fractalidade) nas favelas (fragmentação urbana – análise estática); 3. o estudo sobre a formação e consolidação desses assentamentos a partir de modelos computacionais (a quarta dimensão urbana – análise dinâmica). Nesses estudos sobre padrões espaciais e dinâmicas de formação são analisadas, inicialmente, as estruturas morfológicas de nove favelas em Recife. Estas são comparadas com assentamentos em Nairobi, na região central do Kenya; em Bangkok, capital da Tailândia e no distrito de Acera, em Ghana. Na escala geográfica, são estudadas as leis de escala que definem a distribuição de assentamentos em Recife, Kuala Lumpur, Manila e Lima. Enfim, podemos dizer que as contribuições analíticas e teóricas desta tese migram em duas direções: extraindo da ‘ciência da complexidade’ as ferramentas para compreender as favelas enquanto sistemas; e ao mesmo tempo extraindo das favelas padrões que permitam melhor compreender a ‘Complexidade enquanto ciência’.

_______________________________________________________________________________________

(*) Tese orientada pela Profa. Circe Monteiro (MDU – UFPE) e co-orientada pelo Prof. Marcelo Gomes (Dep. Física – UFPE). Supervisão na University College London: Prof. Michael Batty.